Não faz tanto tempo assim em que as soluções e produtos criados pela economia tradicional tinham que estar em conformidade com os padrões de qualidade que cumpriam os requisitos de satisfação do cliente. Imagine só se a Uber, Google, Apple, Amazon e tantos outros ícones da nova economia seguissem regras e fossem “conformados” com padrões.

Tenho certeza que essas marcas nem brotariam e não teriam como contar a sua própria história, uma vez que elas teriam que estar em conformidade com as histórias de outrem. Vivemos uma nova realidade de consumo! Não são mais os produtos ou os serviços, muito menos a qualidade deles, que importam e definem o desejo de compra, mas como você vende Experiência do cliente.

Seu cliente não quer mais comprar de forma mecânica, toma lá dá cá, goela abaixo. Ele é azeitado na rebeldia despertada pelas mídias sociais e quer experimentar sensações diferenciadas! Ele quer viver experiências inolvidáveis, disruptivas, antes, durante e depois da aquisição de um bem ou serviço. Ofereça o que o seu cliente quer, como ele quer e onde ele quer.

Os efeitos intangíveis ganham cada vez significado na venda e na vida. A simples satisfação não é mais suficiente. Não encanta mais.

Renove-se! Reinvente-se! Pergunte ao seu cliente ideal como ele quer experimentar o seu produto e siga a risca! Quero te perguntar isso: você pergunta pro seu cliente como ele quer consumir as suas soluções/serviços/produtos ou impõe um padrão de conformidade a ele?

 

 

#negocioscomproposito #negociosdigitais #negociosonline #molamestraideias #molamestrapropositoacao #mentoriatrampolim #mentoriaonline #andrejerico